Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

Imagem

A economia do poder e o poder da economia

Subtítulo: 
Neoliberalismo e governamentalidade em Foucault
Autor(a): 
Eduardo Altheman Camargo Santos
Área: 
Sociologia
Ano: 
2013
Resumo / Abstract / Acta / Resumé / Riassunto
Resumo: 

 

Esta dissertação pretende compreender a analítica proposta pelo filósofo francês Michel Foucault no curso realizado no Collège de France intitulado Nascimento da Biopolítica (1978-79) a respeito da arte de governar neoliberal. Buscamos apreender a relação entre a análise do neoliberalismo e outros momentos e conceitos da produção bibliográfica foucaultiana, tais como as noções de “biopolítica”, de “governamentalidade” e de “poder disciplinar”. Para tal, realizamos uma incursão em diversas obras do filósofo, como As palavras e as coisas (1966), Vigiar e Punir (1975), História da Sexualidade I – A vontade de saber (1976), além dos cursos Em defesa da sociedade (1975-1976) e Segurança, Território, População (1977-78). Por fim, o texto também se propõe a realizar contribuições ao estudo do neoliberalismo como um todo, explicitando as veredas abertas pela teoria de Foucault e apontando para além de um exercício de exegese teórica da experiência filosófica foucaultiana. 

 

 

 

Abstract: 

 

This dissertation aims to comprehend the analytics carried out by the French philosopher Michel Foucault in his lectures at the Collège de France entitled The Birth of Biopolitics (1978-79) regarding the neoliberal art of government. We seek to apprehend the relation between the analyses of Neoliberalism and other moments and concepts of the foucauldian bibliographical production, such as the notions of “biopolitics”, “governmentality” and “disciplinary power”. In order to accomplish such task, we approach several works written by Foucault, such as The order of things (1966), Discipline and punish (1975), The History of sexuality volume 1 – The will to knowledge (1976), as well as the lectures Society must be defended (1975-76) and Security, Territory, Population (1977-78). To conclude, this text also contributes to the study of Neoliberalism as a whole, emphasizing the paths opened by Foucault’s theory and pointing beyond an exercise of theoretical exegesis of the foucauldian philosophical experience. 

 

 

 

AnexoTamanho
Série-Premiada_ME_Eduardo_Altheman1.33 MB