Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

Imagem

Implicações do uso de material didático virtual livre em contexto formal de ensino - aprendizagem de italiano como LE/L2

Subtítulo: 
a perspectiva dos Problemas de Ensino
Autor(a): 
Rômulo Franscisco de Souza
Orientador(a): 
Profa. Dra. Paola Giustina Baccin
Área: 
LLCI - Italiano
Ano: 
2014
Resumo / Abstract / Acta / Resumé / Riassunto
Resumo: 

Nossa pesquisa teve como objetivo explorar as implicações relativas à utilização de material didático de natureza virtual livre em contexto formal de ensino-aprendizagem de italiano LE/L2. As impli- cações foram tratadas em forma de Problemas de Ensino e o termo utilização foi desdobrado em dois aspectos: utilização em sala de aula presencial e produção. Orientou-nos a hipótese de que o uso de materiais didáticos de natureza virtual livre, em contexto formal de ensino-aprendizagem de língua italiana como LE/L2, deflagra uma série de implicações observáveis e específicas – as quais podem ser definidas em termos de Problemas de Ensino (ORTALE,2010) –, dada a sua natureza peculiar, ou seja, livre. A fim de alcançar nossos objetivos, lançamos mão de uma metodologia qualitativa de viés construtivista e interpretativista. Os Problemas de Ensino foram identificados por meio da análise de Relatos de Problemas de Ensino (ORTALE,2010). Balizaram nossas análises a metodologia de formação de professores, alicerçada na ideia de Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), explicitada emOrtale(2010), e as técnicas e procedimentos de desenvolvimento de teoria fundamentada, conformeStrauss e Corbin(2008). Os Problemas de Ensino relativos à utilização foram investigados em duas disciplinas de língua italiana ofertadas em nível de graduação junto à Faculdade de Letras de uma universidade pública do estado de São Paulo. Os Problemas de Ensino relativos à produção foram pesquisados nos contextos de duas edições de um curso de formação de professores de língua italiana em serviço e em pré-serviço que ministramos no âmbito de duas universidades públicas brasileiras - uma no estado de Santa Catarina e outra no estado de São Paulo. Encontramos um total de 11 (onze) Problemas de Ensino - 7 (sete) relacionados ao aspecto da produção de Material Didático Virtual Livre e 4 (quatro) relacionados ao aspecto da utilização. Notamos, por meio de nossa análise, a proeminência de dois fatores associados aos Problemas de Ensino encontrados: as crenças a respeito de materiais didáticos de natureza virtual livre e a demanda pelo desenvolvimento de competências relativas aos aspectos virtual e livre desse tipo de material didático. Concluímos que os Problemas de Ensino identificados não são específicos, mas, sim, característicos dos materiais didáticos de natureza virtual livre.

Abstract: 

The aim of our research was to explore the implications related to the use of Free Virtual Educati- onal Materials in the context of formal teaching and learning Italian as FL/SL. The implications were dealt as Problems of Teaching (ORTALE,2010) and the term use was considered according to two aspects: use in presential classrooms and production. The hypothesis was that the use of Free Virtual Educational Materials, in the context of formal teaching and learning Italian as FL/SL, triggers a series of observable and specific implications, which can be defined in terms of Problems of Teaching due to its peculiar nature, that is, being a free educational material. The methodology adopted here was qualitative, both constructivist and interpretativist. The Problems of Teaching were identified through the analysis of the Reports of Problems of Teaching (ORTALE,2010). The analyses were based on the methodology of teacher education, supported by the idea of Problem-Based Learning (PBL), explained inOrtale(2010), and the techniques and procedures of the Grounded Theory, according toStrauss e Corbin(2008). The Problems of Teaching related to the use were investigated in two undergraduate subjects of Italian Language offered by the College of Arts in a public university in São Paulo state. The Problems of Teaching related to the production were researched in the context of two editions of the training course for teachers of Italian Language in-service and pre-service, taught at two Brazilian public universities – one in Santa Catarina state and the other in São Paulo state. We have found the total of 11 (eleven) Problems of Teaching – 7 (seven) related to the aspect of production of Free Virtual Educational Materials and 4 (four) related to the aspect of its use. We have noticed through our analysis, the prominence of two factors associated to the Problems of Teaching which were found in the research: the beliefs regarding Free Virtual Educational Materials and the demand to develop the competences related to the free and virtual aspects of this sort of material. We concluded that the Problems of Teaching identified here are not specific but are typical of educational materials that are virtual and free.

Riassunto: 

La presente ricerca si è proposta di esplorare le implicazioni riguardanti l’uso di materiali didat- tici di essenza virtuale e libera in contesto di insegnamento e di apprendimento formale di lingua italiana come LS/L2. Le implicazioni sono state trattate sotto forma di Problemi Didattici (ORTALE, 2010) e l’uso è stato visto sotto due aspetti: l’utilizzazione durante l’insegnamento in presenza e la produzione. Ci ha guidato l’ipotesi che l’uso di materiali didattici di essenza virtuale e libera in contesto di insegnamento e di apprendimento formale di lingua italiana come LS/L2 innesca una serie di implicazioni specifiche e osservabili - le quali possono essere definite in termini di Problemi Didattici - data la sua peculiare natura libera. Per raggiungere i nostri obiettivi, abbiamo utilizzato una metodologia qualitativa di carattere costruttivista e interpretativa. I Problemi Didattici sono stati identificati attraverso l’analisi delle Storie dei Problemi Didattici (ORTALE,2010). Hanno guidato le nostre analisi la metodologia di formazione docenti, basata sull’idea di Problem-Based Learning (PBL), trattata inOrtale(2010), e le tecniche e procedure riguardanti lo svilluppo di grounded theory (STRAUSS; CORBIN,2008). I Problemi Didattici riguardanti l’utilizzo sono stati studiati in due corsi di lingua italiana dei corsi di laurea della Facoltà di Lettere di un’università pubblica nello stato di São Paulo. I Problemi Didattici riguardanti la produzione sono stati studiati in due edizioni di un corso di formazione per insegnanti di lingua italiana in servizio e in pre-servizio in due università pubbliche brasiliane - una nello stato di Santa Catarina e l’altra nello stato di São Paulo. Abbiamo individuato un totale di undici (11) Problemi Didattici - 7 (sette) legati all’aspetto della produzione di Materiale Didattico Virtuale Libero e 4 (quattro) legati all’aspetto dell’utilizzo. Notiamo, dalla nostra analisi, la preminenza di due fattori associati ai Problemi Didattici trovati: le credenze sui materiali didattici di essenza virtuale e libera e la necessità di sviluppo delle competenze relative agli aspetti virtuale e libero di questo tipo di materiale didattico. Si conclude che i Problemi Didattici individuati non sono specifici, ma sono tipici dei materiali didattici di essenza virtuale e libera.

AnexoTamanho
Rômulo Franscisco de Souza.pdf7.85 MB