Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

Imagem

O perecível e o imperecível

Subtítulo: 
lógica do sensível e corporalidade no pensamento guarani-mbya
Autor(a): 
Daniel Calazans Pierri
Orientador(a): 
Profa. Dra. Dominique Tilkin Gallois
Área: 
Antropologia Social
Ano: 
2013
Resumo / Abstract / Acta / Resumé / Riassunto
Resumo: 

Esta dissertação apresenta uma análise de aspectos da cosmologia guarani-mbya focada nas relações de alteridade entre os Guarani, as divindades e espíritos, os animais e os brancos. Todo o percurso realizado é atravessado por uma questão fundamental: a da articulação que as narrativas analisadas neste trabalho permite entrever entre o tema da perda da imortalidade e aquele das escolhas distintas realizadas na primeira terra, pelos Guarani e pelos brancos, a respeito do uso da tecnologia e da relação com os demiurgos. O mote clássico do profetismo, ou “busca da terra sem mal”, é revisitado a partir de uma nova perspectiva, centrada nas concepções a respeito do corpo e suas possibilidades de transformação, e no papel que a oposição sensível entre o perecível e o imperecível adquire na reflexão sobre as relações entre os mundos terrestres e os mundos celestes. O argumento conflui para demonstrar como as reflexões dos Guarani-Mbya aqui abordadas constituem-se em uma crítica xamânica ao fetichismo da mercadoria e ao cristianismo.

Abstract: 

This work presents an analysis of aspects of Guarani-mbya cosmology focused on alterity relations among the Guarani, the deities and spirits, animals and white people. A fundamental issue that follows throughout this work is: the link between the theme of the loss of immortality and that of the different choices made in the first land, by Guarani people and white people, which refers to the uses of technology and the relationship with the demiurges. The classic theme of prophetism, or “the pursuit of the land without evil”, is revisited from a new perspective focused on conceptions of the body and its possibilities of transformation. This also includes the role that the sensible opposition between the perishable and imperishable acquires in reflections concerning the relation between the terrestrial worlds and celestial worlds. The argument converges to demonstrate how the reflections of the Guarani-Mbya presented here constitute a shamanic review on the fetishism of commodities and christianity.

AnexoTamanho
Daniel Pierri.pdf11.4 MB